zoom

As 10 vezes em que Pabllo Vittar nos encheu de orgulho


“Yukê?” Parabéns, bebê!

Pabllo-Vittar-aniversário-representatividade

Phabullo Rodrigues da Silva, conhecido como Pabllo Vittar completa hoje 24 anos de idade. Em poucos e intensos anos de carreira, Pabllo conquistou o Brasil e o mundo com a sua representatividade e música.

A primeira drag brasileira a conquistar números tão expressivos, merece ser homenageada por nós. Em 2017, Pabllo lançou seu primeiro álbum Vai Passar Mal que foi sucesso com hits como ‘Todo Dia’, ‘K.O’ e ‘Corpo Sensual’. Mas antes disso, sua carreira começou a alavancar com ‘Open Bar’, uma paródia da faixa ‘Lean On’ de Major Lazer.

Em 2018, fomos presenteados com o Não Para Não, seu segundo álbum. Com hinos como ‘Problema Seu’, ‘Disk Me’ e ‘Seu Crime’, o novo projeto dá continuidade a seu sucesso conquistado.

Descoberta na internet, Pabllo passou os últimos dois anos representando a comunidade LGBTQ em suas conquistas. Confira os destaques de maior orgulho dos Vittar Lovers.

‘I Have Nothing’ (Cover)

O single conhecido pela voz da inigualável Whitney Houston foi interpretado por Pabllo Vittar quando ainda era Phabullo. ‘I Have Nothing’ é aquela música arriscada em que ou a pessoa arrasa ou ela é arrasada. No vídeo que vazou na internet após sua fama, Pabllo arrasa e muito.

‘Open Bar’

A faixa que é uma paródia de ‘Lean On’, de Major Lazer, foi o primeiro hit da Pabllo como drag. Com clipe e tudo, o vídeo conta com mais de 46 milhões de visualizações atualmente.

Amor & Sexo

O programa da Rede Globo convidou Pabllo Vittar para substituir Léo Jaime na banda do programa em 2016. Quando quase ninguém conhecia a drag, conquistar um espaço na TV aberta era uma grande conquista LGBTQ. A cantora embalou e emocionou o público diversas vezes mas uma cena específica ficou marcada. Pabllo nunca havia cantado montana na frente da mãe. Assim que ela entrou para assistir, todos se emocionaram. Confira um trecho.

Para assistir o vídeo completo, clique aqui.

Representatividade LGBTQ

Desde o começo, Pabllo representou a cultura LGBTQ. Sua figura, por si só, já representa resistência. Em uma entrevista para ela falou sobre o bullying no colégio, representatividade e militância.

Carnaval 2017

Anitta deu espaço para Pabllo quando ninguém deu. A cantora carioca convidou a drag para uma participação no Bloco das Poderosas de 2017. Além disso, Daniela Mercury também a convidou para uma participação. Foi a partir daí, emplacando o hit ‘Todo Dia’ com Rico Dalasam que Pabllo Vittar começou a ganhar espaço nacionalmente. O single foi um dos hits do Carnaval junto com ‘Olha a Explosão’, de Mc Kevinho e ‘Deu Onda’, de Mc G15.

‘K.O’

A partir daí foi estouro! Depois do Carnaval de 2017, Pabllo começou a ganhar espaço na internet e conquistou suas 100 milhões de visualizações no clipe de ‘K.O’. O hit foi tão grande que deu espaço para a cantora nos programas de televisão aberta e outros veículos de comunicação mais tradicionais. Hoje, a música alcançou números tão expressivos que se tornou o maior sucesso solo da cantora com 220 milhões de visualizações no Youtube.

‘Sua Cara’

Depois de lançar seu álbum Vai Passar Mal com uma faixa produzida pelo Diplo (membro do Major Lazer), Pabllo foi convidada para completar os vocais de ‘Sua Cara’ com Anitta. A parceria deu tão certo que rendeu à música o título de Música do Ano no Brasil. A parceria internacional chamou a atenção dos gringos que reagiram ao clipe na internet e viralizaram o vídeo que alcançou a marca de 260 milhões de visualizações.

Fantástico

Em sua primeira matéria no Fantástico para anunciar ‘Decote’ com Preta Gil, ela arrepiou brincando com a questão de gênero e “montação”. Vale a pena assistir!

Rock In Rio 2017

Com tantos astros internacionais, Pabllo Vittar foi um dos grandes nomes do festival nesse ano. Além de ser convidada por Fergie para cantar ‘Glamorous’ e ‘Sua Cara’, a drag foi escalada de última hora para o palco do Itaú e acabou lotando o local.

#EleNão

Durante às eleições de 2018, ela teve peito de expor sua opinião política ao longo das campanhas. Inclusive, no final de sua apresentação no Prêmio Multishow 2018, o grito de “ELE NÃO” foi escutado do outro lado do planeta! kkkk

Que Pabllo Vittar conquiste cada vez mais e continue representando todas as minorias. Feliz Aniversário, diva! YUKÊ?

Por Alexandre Levy


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque