zoom

CCXP 2018: Ricky Whittle apresenta o melhor de American Gods


Ricky Whittle começou a CCXP com o pé direito, apresentando toda a insanidade de “American Gods”, que estreia sua segunda temporada em 2019, na Amazon Prime Video

IMG_4842

“American Gods” é incrível por diversos fatores. Seja pela história envolvendo os deuses do passado em conflito com os “deuses do presente”, pelo festival de violência, ou pelas reflexões que seus episódios nos trazem, o seriado da Amazon Prime Video merece boa atenção.

Para promover a segunda temporada, que estreia em março de 2019, Ricky Whittle, que vive o segurança Shadow Moon, esteve presente na CCXP 2018. Com bom humor, Ricky, que também é conhecido pelo seu trabalho em The 100, comentou detalhes sobre “American Gods”, contou curiosidades das gravações, e trouxe sua opinião sobre o que o show representa.

Uma das curiosidades é a famosa (e violenta) cena de briga entre Shadow Moon e Mad Sweeny:

Ambos os atores decidiram fazer a cena sem o uso de dublês. E isso resultou em um pulso aberto por estilhaços de vidro. Ricky explicou que, mesmo com o vidro de açúcar, o corte acabou acontecendo e foi preciso a intervenção de médicos, para estancar o sangramento.

Outra curiosidade tem a ver com esta cena:

Ricky comentou sobre o “banho de sangue” deste momento. “Vocês acham que trabalhar com isso é só tapete vermelho, e sessão de fotos?”, brincou. Ele lembrou que tal cena foi gravada em uma fria madrugada no Canadá e, para “piorar”, usou um traje de mergulho. Acontece que, ele precisou ir ao banheiro em um momento e, sozinho, teve que se contorcer pra conseguir sair do traje e conseguir usar o banheiro.

Sobre a série, o ator comemorou a diversidade do show que, para ele, é bem natural. Afinal, é um seriado que fala de diversos deuses, e isso influencia em culturas diferentes, que geram atores diversificados. Também deixou claro que as reflexões que a série proprõe são úteis para a sociedade atual. “Deixar como está só faz bem para os opressores”, explicou.

E quanto a Neil Gaiman, o escritor do livro que gerou a série, Ricky explicou que, embora ele participe de maneira ativa do seriado, sua intenção era de focar mais na fantasia, ao invés de levar o seriado para algo mais real. Tanto é que muitas cenas são extremamente fantasiosas, justamente para suprir esta, digamos, “carência”.

E também disse que Gaiman projeta cerca de cinco temporadas para “American Gods”. Para o autor, cinco temporadas será o suficiente, para expor tudo o que o livro que escreveu tem para oferecer.

A segunda temporada de “American Gods” estreia na Amazon Prime Video no dia 10 de março de 2019. A primeira temporada, com 8 episódios, já está disponível na plataforma de vídeos da Amazon.

Por Arkade


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque