zoom

Oficina G3 – O expoente do rock cristão nacional


Com mais de 30 anos de história, a banda Oficina G3 ainda tem muito para acrescentar ao cenário do rock nacional

capa oficina

Sendo cristão ou não, com certeza, você já ouviu falar da banda Oficina G3. Considerada por alguns, principalmente os que admiram o trabalho da G3, como a melhor banda de rock do Brasil (preciso admitir que esta é também a minha opinião), a banda é caracterizada como sendo a melhor banda de rock “Cristão do Brasil”.

Formada no final dos anos 80, em 1987, a Oficina G3 é uma banda de rock de São Paulo, fundada por Juninho Afram, Wagner García e Walter Lopes. Passando por vários estilos musicais, como o hard rock e pop rock, até chegar ao metal progressivo atual, e influências de nu metal, metalcore, entre outros, possui várias formações ao longo dos anos.

Juninho é o membro mais antigo e o único da formação original a participar de todos os discos lançados pela banda que já venceu e foi indicada, por várias vezes, em premiações como os troféus Talento, Promessas e a indicação ao Grammy Latino 2005, com o CD “Além do Que os Olhos Podem Ver”, na categoria “Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa”. Além disso, possui quatro Discos de Ouro; mais de 150 mil cópias dos discos “O Tempo”, de 2000, “Humanos”, de 2002 e “Além Do Que Os Olhos Podem Ver”, de 2005.

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Quando o grupo começou, o rock ainda tinha forte resistência em igrejas cristãs brasileiras, mesmo com certas bandas no início da década de 1980, como o Rebanhão, que se destacava no mainstream da cena religiosa. A partir da década de 90, juntamente com as bandas Catedral, Resgate, Katsbarnea, Fruto Sagrado e Metal Nobre, a banda Oficina G3 se tornou ícone do incipiente gênero do rock cristão brasileiro, tornando-se conhecida entre os admiradores desse estilo no país. Apesar de, em parte, seus integrantes terem sido rejeitados por muitos pastores e lideranças religiosas, o visual da banda, com integrantes tatuados e de cabelos compridos, sempre atraiu o público jovem adepto ao Cristianismo.

Em 1997, o vocalista Luciano Manga deixa a banda e em seu lugar entra “PG (Pedro Geraldo)”. Nesta época, parte do apelo de “banda de rock pesado” foi deixado de lado e o grupo passou a ter um estilo mais guiado pelo pop rock. Foi a fase de maior popularidade, principalmente após a assinatura com a gravadora “MK Music”. Após a saída do cantor PG, em 2003, a banda Oficina G3 voltou a ter como estilo predominante outras variações do rock, mais especificamente o progressivo. No álbum “Além do que os Olhos Podem Ver“, os vocais foram assumidos pelo guitarrista Juninho Afram. Com a obra, a banda vendeu mais de 20 mil cópias, em três dias, alcançando disco de ouro posteriormente. Em 2008, a banda lançou o CD “Depois da Guerra – DDG“, o primeiro de Mauro Henrique como novo vocalista. O álbum venceu o “Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa”, em 2009. Histórias e Bicicletas (Reflexões, Encontros e Esperança), de 2013, é o trabalho mais recente da discografia da banda.

No dia 25 de setembro de 2017 a banda anunciou em seu canal no youtube que tiraria um período sabático.

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Confira algumas curiosidades da banda Oficina G3

– Oficina G3 foi a única banda cristã a participar do Rock in Rio;
– Como não era muito comum haver bandas cristãs de rock no início da década de 1990, algumas vezes a banda era discriminada por lideranças religiosas, algumas alegando que sua música era satânica;
– Em 2003, a banda fez apresentações internacionais nos Estados Unidos, tocando em cinco cidades: Boston, Newark, Dallas, Atlanta e Pompano Beach. Na Europa, com apresentações na Itália e duas na Inglaterra, sendo a primeira banda evangélica a tocar em espaço público (Piazza Del Poppolo) em Roma, Itália. E tocaram também no Uruguai, Argentina e Suíça;
– PG se retirou da banda Oficina G3 em dezembro de 2003. Segundo ele mesmo, o motivo da saída da banda foi sua nomeação para pastor de sua igreja;
– Duca e Juninho são professores de música, assim como PG;
– Juninho Afram já foi numerosas vezes considerado um dos melhores guitarristas do país;

– Aos 22 anos, Juninho estudou guitarra junto com Kiko Loureiro (guitarrista da banda Angra).

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Conheça os últimos lançamentos da banda, antes da pausa sabática

Oficina G3 – João

Oficina G3 – Tudo é Vaidade

Oficina G3 – Retrato

Confira no Deezer o último álbum lançado pela banda: Histórias e Bicicletas (Reflexões, Encontros e Esperança) e o DVD: Depois da Guerra – DDG, disponível no Youtube.

Por Parceiro É Tudo Cultura – E.T.C.


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque