zoom

Milkshake Festival recebe mais de 16 horas de shows em final de semana colorido em São Paulo


Saiba como foi a segunda edição do Milkshake Festival!

Foto: Felipe Panfili

Nos dias 02 e 03 de junho de 2018, ocorreu a segunda edição do Milkshake Festival no Brasil. O Elefante Voador teve a oportunidade de participar desse evento e podemos dizer que já está imenso. Foram 16 horas de shows que contaram com nomes como Pabllo Vittar, Wanessa Camargo, Preta Gil, Daniela Mercury, Balão Mágico e vários outros. No mesmo final de semana da Parada LGBTQI +, a gente conseguiu aproveitar ao máximo e vamos compartilhar nossa experiência com você!

Chegamos no evento um pouco cedo, confessamos, eram quase 16:00 horas e o lugar estava bastante vazio, apenas dois palcos haviam iniciado suas lines. Detalhe que supostamente eram para iniciar de fato por volta das 16:30, sorte nossa que não éramos os únicos ansiosos adiantados e tinha música tocando. O fato é que foi o momento perfeito para conhecer todos os palcos tranquilamente. Rolou muita coisa, então vou resumir: foram quatro palcos e a Dragcon, todos estavam lindos e prontinhos, confesso: ficamos um pouco em choque com o audacioso Secret Stage, mas adoramos.

Nesse primeiro momento também visitamos uma pequena parte do Dragcon: o Drag Herstory. Ele era uma linha do tempo contando um pouco da história Drag. Foi muito bom conhecer tantas personalidades que nem do século passado são, até os dias de hoje. Vale mencionar também o lugar para tirar fotos com plaquinhas, estava lindo e foi muito sucesso.

A gente fez isso tudo e ainda pudemos participar do show da DJ Penelopy Jean no palco We Love Your Soul até iniciar no Live o espetáculo do Balão Mágico que já iniciou com a música ‘Depende de Nós’ deixando todos com o coração baqueado de emoção, foi um show curto, mas muito legal, todos vibramos com o hit “Superfantástico” e curtimos de novo um pouco a nossa infância e a sensação de nostalgia.

Foto: Felipe Panfili
Balão Mágico com Simony. Foto: Felipe Panfili

Entre um show e outro tinha espaço o suficiente para curtir outros palcos ou fazer uma compra, comer, beber ou descansar. Apenas digo que a princípio não descansamos, zanzamos de um lado para o outro como se não houvesse amanhã. Pagamos o preço desse bate perna depois (isso contamos daqui a pouco, risos). Nesse momento do dia a atração era a abertura da Dragcon com a Aretuza e a performance de outras drags e olha, com exceção de uma (das que assistimos) estavam todas deslumbrantes do tipo que deixariam até Ru Paul deslumbrado. Nesse momento o evento já está com muita gente e ainda contava com muito mais.

Nesse momento era para entrar a Wanessa no Live Stage, mas por motivos que desconhecemos houve um bom atraso no show dela, enquanto isso curtimos o palco We Love Your Soul. Chegou a Wanessa e o pessoal já foi louco descendo apressado para o Live Stage. Como era de se esperar, o público estava bastante receptivo para volta da cantora ao mundo pop e cantaram juntos com ela, em especial a música ‘Não Resisto a Nós Dois’, que marcou quem estava presente com uma vibe muito gostosa. Como rolou o atraso, resolveram cortar o tempo da apresentação de Wanessa, mas ela não queria sair de lá de forma alguma, até deitou no palco, tiraram o microfone dela, ela cantou um pouquinho sem microfone mesmo, mas não teve jeito. O pior de tudo isso é que, saímos todos decepcionados, ela não cantou ‘Shine It On’, estávamos loucos para “bater cabelo” ao som dessa música, mas não foi dessa vez.

Foto: Felipe Panfili
Wanessa Camargo. Foto: Felipe Panfili

Depois disso, corremos para pegar o encerramento da Dragcon com o show da Aretuza, tinha muita gente assistindo ela e todos cantamos suas músicas, em especial “Catuaba”, um hit sensacional que adoramos. Ela também cantou ‘Joga a bunda’, assim como Pabllo Vittar e Glória Groove posteriormente, um hit das três em conjunto que tenho nutrido esperanças de ver o trio ao vivo, já adiantamos que não aconteceu.

Após tudo isso teve o show da Preta Gil, e olha, que show! Cantou diversas músicas, inclusive com a Gretchen, e sim, foi fantástico.  Depois convidou a Wanessa para voltar e cantar a música nova dela, ‘Mulher Gato’. Enfim, fomos todos a loucura com esse espetáculo e vamos dar crédito especial a música ‘Decote’ que é um hino que não pudemos ver o dueto da Preta com a Pabllo, mas foi excelente de se presenciar ao vivo.

Wanessa e Preta Gil no Milkshake Festival. Foto: Felipe Panfili
Wanessa e Preta Gil no Milkshake Festival. Foto: Felipe Panfili
Gretchen e Preta Gil no palco Live Stage do Milkshake Festival. Foto: Felipe Panfili
Gretchen e Preta Gil no palco Live Stage do Milkshake Festival. Foto: Felipe Panfili

Mais uma vez vamos nós correr para o We Love Your Soul, mas agora com objetivo definido, ver o show da Gretchen! Ela é uma personalidade a parte, sempre divertida e com seu jeito que o Brasil já conhece. O show já começou com uma performance de ‘Swish Swish’ da Katy Perry, levando todos a loucura. Depois ela cantou músicas antigas como ‘Melô do Piripiri’ e ‘Conga, Conga, Conga’ e algumas novas, mas todas com o DJ Thamy que também marcou presença. Nesse ponto já estávamos cansados e merecíamos um descanso, comemos uma pizza no cone, Cheetos Rainbow, nos hidratamos e nisso o show de As Bahias e a Cozinha Mineira passou, ouvimos uma coisa ou outra. Mas triste foi a dor de estar tanto tempo em pé no show da Daniela Mercury que lotou muito o palco e resolvemos assistir sentados a distância, ela foi espetacular e militou bastante em prol da causa LGBT+, mostrou fotos da mulher dela no telão e expôs seus pensamentos para a plateia.

O show da Pabllo Vittar foi uma explosão, todos sabiam todas as letras. Estava lindo e divertido, os dançarinos e a Pabllo coreografaram de forma fenomenal e contagiou todo mundo. Até ‘Minaj’ que não é uma música tão conhecida levou geral com o bumbum no chão. O palco Live estava também lotado e foi um momento sensacional.

Foto: Felipe Panfili
Foto: Felipe Panfili

Logo após teve o show da Gloria Groove, o palco deu uma esvaziada, mas ainda assim ficou muita gente, ela vem do Rap e HipHop, o que imagino ter motivado alguns que não a conhecem a deixar o palco. Entretanto foi um show espetacular e todos vibraram monstruosamente ao som de ‘Bumbum De Ouro’.

Finalmente ou infelizmente chegamos ao último show, o da Lia Clark, amamos ela de paixão, não foi a primeira apresentação dela em palco que presenciamos, por isso já sabíamos o abalo que seria. O palco voltou a encher e foi geral cantando as músicas do começo ao fim. Divertidíssimo não define o show. E o melhor é que teve uma participação mais que especial da Mulher Pepita que virou um meme justamente por causa de um clipe que ela fez com a Lia, todos alucinamos com esse ao vivo.

Após todo esse “rolê” maravilhoso, estávamos cansadíssimos, tomamos uma água e viemos felizes embora, pois a noite foi repleta de bons momentos!

Queremos uma próxima edição sim ou com certeza?

Abraços Voadores,

Elefante Voador para Midiorama


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque